quinta-feira, janeiro 25, 2018

a vida grande

"Quem deixa Cristo entrar não perde nada, nada -absolutamente nada daquilo que torna a vida livre, bela e grande"
-Papa Bento XVI-

Shpongle, Live in London


quarta-feira, janeiro 24, 2018

terça-feira, janeiro 23, 2018

O OM de Maria

Nossa Senhora do Rosário


TIBETAN FLUTE MUSIC + OM CHANTING

Maria não é um gesso a ser imposto ao corpo de mulheres forçadas a bancar as santinhas. Maria é o ícone da beleza perfeita que, como tal, se desprende da materialidade erótica para retornar à fonte platônica em que a beleza precede todos os temporários corpos belos em que se deposita como quem se empresta a si mesma. O desejo, nessas altitudes, depõe as armas, como diria Freud sobre a humildade da razão analítica ante uma obra-prima. A mulher é a obra-prima da Criação. Maria, a obra-prima dentre todas as mulheres. É a plenitude do dom do Amor que se doa até a dor.
Não nos pertencemos. Somos poeira das estrelas. Que no Ave ou no OM à Virgem saúdam a casa patrimaternal de onde viemos e aonde retornaremos. A imagem da Virgem não é um cabresto moralista, é a imagem do que somos capazes de ser se fiéis a nós mesmos, à estrela de que somos imagem, à "virgindade" das potencialidades não desgastadas, não esgotadas no redemoinho da concretude.

quinta-feira, janeiro 18, 2018

Cristo em mim


Abaixando o volume do furdunço do mundo e do ego, como quem abaixa o volume de um programa tosco de TV, se sobreleva uma música ontológica em que você pressente a numinosa presença do Mistério que no imaginário religioso ocidental  adquire o poderoso nome de Jesus Cristo. Uma música emanada do transfundo que conecta e vem ao encontro de nós junto e com todas as coisas, aparições libertas então das escamas da banalidade opressiva, revalorizadas como acontecimentos por e para uma mente também ela depurada de seu idiotismo, na etimologia do termo, nas antípodas de uma compaixão sem hipocrisia. Então o profundo e o manifesto são um só, como o espírito e carne, como o sujeito e o objeto, como o belo e a dor. Javier Bardem, neste linda cena de "To the Wonder", evoca a chamada oração de São Patrício:


Hoje me levanto com poderosa força e invoco à Santíssima Trindade com trinitária fé professando a unidade do Criador e da criatura.
Hoje me levanto com a força do nascimento de Cristo graças a seu batismo, com a força de sua crucificação e morte, com a força de sua ressurreição e ascensão, com a força de seu retorno no dia do juízo.
Hoje me levanto com a força do amor do querubim, obediente ao anjos, a serviço dos arcanjos, na esperança da ressurreição para encontrar consolo com as orações dos patriarcas, as predições dos profetas, os ensinamentos dos apóstolos, a fé dos confessores, a inocência das santas virgens, os feitos dos homens de bens.
Hoje me levanto com a força dos céus: a luz do sol, o brilho da lua, o esplendor do fogo, a velocidade do trovão, a rapidez do vento, a profundidade dos mares, a permanência da terra, a firmeza da rocha.
Hoje me levanto com a força de Deus que me guia: sua grandeza que me apóia, sua sabedoria que me guia, seu olho que me cuida, seu ouvido que me escuta, sua palavra que me fala, sua mão que me defende, seu caminho para seguí-lo, seu escudo para proteger-me, sua eucaristia para livrar-me das armadilhas do demônio, da tentação dos vícios, daqueles que me desejam mal, longe ou perto, só ou acompanhado.
Invoco hoje todo estes poderes para que se levantem entre mim e estes males, contra todos os cruéis e infames poderes que desejam o mal para meu corpo e alma, contra as invocações dos falsos profetas, contra as nefastas leis da pagania, contra as falsas leis da heresia, contra as artes da idolatria, contra os feitiços de bruxas, quiromantes e feiticeiros, contra todo conhecimento que corrompa o corpo e a alma.
Cristo que me proteja hoje contra o veneno, contra o fogo, contra morrer afogado, ser ferido para que assim venha a mim abundante consolo.
Cristo comigo,
Cristo à minha frente,
Cristo atrás de mim,
Cristo em mim,
Cristo abaixo de mim,
Cristo sobre mim,
Cristo a minha direita,
Cristo a minha esquerda,
Cristo quando durmo,
Cristo quando descanso,
Cristo quando me levanto,
Cristo no coração de todo homem que pense em mim,
Cristo na boca de quem fale de mim,
Cristo em todos os olhos que me vêem,
Cristo em todo ouvido que me ouve.
Hoje me levanto com poderosa força e invoco à Santíssima Trindade com trinitária fé professando a unidade do Criador e da criatura.
Amém!

sexta-feira, janeiro 12, 2018

sexta-feira, janeiro 05, 2018

quinta-feira, janeiro 04, 2018

oração de intercessão ao Padre Léo


"Pai santo, Pai querido, Pai amado, te louvamos e bendizemos, porque nos criastes por amor e, em teu filho Jesus, salvastes o mundo. Te louvamos e bendizemos pois, em nome de Jesus e no poder do Espírito Santo, nos possibilita a graça do homem novo e da mulher nova. Te louvamos e bendizemos pelo teu servo padre Léo que chamastes à vida e ao sacerdócio para ser instrumento do Teu amor no mundo. Com sua missão descobrimos que tu és um Deus amoroso e alegre e que sempre nos envolve em tua misericórdia.

Com ele muitos cristãos retomaram o caminho da conversão, da restauração e da cura interior. Com ele muitos casais e milhares de irmãos e irmãs se dispuseram a buscar as coisas do Alto por meio da perseverança na fé. Com ele filhos e filhas desfigurados pela dependência química e pela marginalização foram acolhidos como o próprio Cristo na Comunidade Bethânia.
Assim, querido Pai, te pedimos que pela intercessão do teu servo padre Léo, que possamos alcançar a graça de (fazer o pedido).
Ler o texto bíblico Col 3, 1-3. Rezar 1 Pai Nosso, 3 Ave Marias, 1 Glória ao Pai.
E que tudo seja para a glória e alegria de teu coração de Pai, hoje e sempre. Amém!”